Vivi encaminha à PGR lista de ameaçados de morte no Vale do Javari

Na relação apresentada pela deputada, constam 14 nomes, entre indígenas, indigenistas, servidores da Funai e colaboradores da Univaja

7 jul 2022, 14:32 Tempo de leitura: 1 minuto, 22 segundos
Vivi encaminha à PGR lista de ameaçados de morte no Vale do Javari

Relatora da Comissão Externa da Câmara que acompanha as investigações sobre o caso Bruno e Dom, a deputada federal Vivi Reis (PSOL/PA) apresentou na tarde de ontem,6, à Procuradoria Geral da República (PGR), uma lista de pessoas que estão ameaçadas de morte no Vale do Javari, no Amazonas.

O documento foi entregue durante reunião com a Procuradora Eliana Torelly, coordenadora da 6° Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, que acompanha a pauta indígena. Na relação apresentada pela deputada, constam 14 nomes, entre indígenas, indigenistas, servidores da Funai e colaboradores da Univaja.

No documento entregue, Vivi Reis solicita, a pedido da Univaja, que oito deles ingressem no Programa de Proteção de Defensores de Direitos Humanos, Comunicadores e Ambientalistas.

Além destes oito, a deputada também solicita providências do MPF para garantir a integridade física e a vida de mais seis pessoas, entre indígenas e servidores da Funai, que foram ouvidos durante diligência da Comissão Externa da Câmara em Atalaia do Norte, nos dias 30 de junho e 1° de julho.

Segundo Vivi Reis, mesmo após a grande repercussão da morte de Bruno e Dom, a situação no Vale do Javari segue preocupante e grave, requerendo uma atuação imediata do Estado brasileiro. “O que se percebe é um descaso do Estado na região, bem como a ausência de um policiamento ostensivo efetivo, associado ao desmonte da Funai e dos órgãos ambientais” afirma Vivi Reis, solicitando providências da PGR para garantir a integridade física e a vida das pessoas ameaçadas.