Vivi Reis alerta para violência contra os povos da Amazônia na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

A deputada também terá assento na Comissão de Seguridade Social e Família, onde serão discutidas as políticas para combate à pandemia de Covid-19.   Com o retorno das atividades das comissões na Câmara, a deputada federal Vivi Reis (PSOL/PA) assumiu nesta quarta-feira (11 de fevereiro) como membro titular da Comissão de Direitos Humanos e Minoria, lançando […]

17 Nov 2021, 17:28 Tempo de leitura: 2 minutos, 50 segundos

A deputada também terá assento na Comissão de Seguridade Social e Família, onde serão discutidas as políticas para combate à pandemia de Covid-19.  

Com o retorno das atividades das comissões na Câmara, a deputada federal Vivi Reis (PSOL/PA) assumiu nesta quarta-feira (11 de fevereiro) como membro titular da Comissão de Direitos Humanos e Minoria, lançando um alerta sobre o aumento dos casos de violência contra populações urbanas e rurais na Amazônia. Vivi também assumiu a titularidade em duas outras comissões, as de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia e a da Seguridade Social e Família.

 “Os nossos povos da Amazônia precisam de muita atenção pois são constantes os casos de  violência, de conflitos no campo, de extermínio da juventude negra da periferia, com os altos índices de feminicídio, de violência contra a mulher, violência lgbtfóbica. Nós não podemos deixar que isso siga acontecendo”, afirmou a deputada na abertura dos trabalhos da Comissão de Direitos Humanos, lembrando que este ano mesmo o Pará já registrou casos trágicos execução de indígenas e ativistas. 

“Estou aqui para ecoar as lutas da população,especialmente os povos da Amazônia, e para dizer que não vamos deixar que ninguém fique para trás, não vamos deixar que nenhuma vida seja perdida”, acrescentou. Na reunião, a deputada também destacou a importância de a comissão ser um foco de debate sobre a garantia de direitos básicos da população como o acesso a serviços de saúde de qualidade, imunização para todos e auxílio emergencial para assegurar um mínimo de dignidade para os brasileiros em condições mais vulneráveis.

COVID-19

O debate sobre a pandemia deve dominar os espaços na grande maioria das comissões da Câmara dos Deputados, mas é na Comissão de Seguridade Social e Família que as principais discussões ficarão concentradas. Criada em 1989, é a segunda maior em número de membros e trata de assuntos relativos à saúde, previdência e assistência social. É responsável por votar projetos e fiscalizar a organização dos serviços públicos e privados, inclusive o Sistema Único de Saúde, e também trata do controle de medicamentos e de alimentos e do exercício das profissões da saúde.

O novo presidente da Comissão de Seguridade Social, eleito nesta quarta-feira, é o deputado Dr. Luizinho (PP/RJ), que elencou como prioridade para 2021 obter o maior número possível de doses de vacinas contra o coronavírus. Como fisioterapeuta e profissional de saúde defensora do SUS, a deputada Vivi Reis tem muito a colaborar com os debates da comissão, que já começam com uma agenda importante: na próxima quarta-feira (17) está prevista audiência pública com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar a política pública de combate à pandemia.

“A saúde pública, os direitos humanos e a defesa da Amazônia e seus povos são pilares do nosso mandato e teremos oportunidade de aprofundar os debates, ampliá-los para fora do parlamento e elaborar políticas específicas sobre cada um”, finalizou a deputada Vivi Reis.